Você investe na Poupança? Pois é, você e mais de 157 milhões de pessoas!

Mas por qual motivo milhões de brasileiros ainda insistem em deixar o seu suado dinheirinho em uma modalidade que não traz resultados reais?

1. Praticidade?

2. Insegurança?

3. Falta de conhecimento?

Este é um artigo que deveria ser enviado a todos os “poupadores”. Então, se tiver um amigo, conhecido, familiar que continua aplicando toda a reserva financeira na Caderneta de Poupança, encaminhe o artigo para eles. A partir de agora, você entenderá os motivos que me levaram a retirar meu dinheiro da Poupança para investir melhor. Com a mesma segurança e liquidez.

Vamos lá:

Quando digo que a caderneta de poupança está fazendo o brasileiro deixar de ganhar dinheiro, provavelmente você vai me responder: Mas como? Eu vejo o dinheiro rendendo mensalmente em minha conta! Vou explicar e tenho certeza que vai entender.

Preste bastante atenção! Primeiro tenho que explicar o que é a Inflação:

Inflação é o nome dado ao aumento dos preços de produtos e serviços. Ela é calculada pelos índices de preços, comumente chamados de índices de inflação. O IBGE produz dois dos mais importantes índices de preços: o IPCA, considerado o oficial pelo governo federal, e o INPC.

Exemplo: Em 2019 você foi com 100 reais ao mercado e comprou 10 produtos. Em 2020 você foi com os mesmos 100 reais e não conseguiu comprar os mesmos 10 produtos. Os preços dos produtos aumentaram pelo efeito da inflação. Ou seja, seus 100 reais perderam o poder de compra em 1 ano. Se você tivesse investido os 100 reais em um ativo que rende acima da inflação, você conseguiria comprar os mesmos 10 produtos que comprou em 2019.

Entendeu? Agora vamos aos investimentos:

Para que um investimento ofereça ganhos REAIS, é preciso que o rendimento esteja acima da inflação. Do contrário, o seu dinheiro valerá menos no futuro.

Por que a poupança não é um bom investimento?

Nos dias atuais, o rendimento da poupança gira em torno de 1,4% ao ano enquanto a inflação acumulada em 2020 supera os 3,9%. Ou seja, fica fácil de entender que, mesmo vendo o rendimento na sua caderneta de poupança, ele não foi suficiente para você comprar aqueles mesmos 10 produtos informados no exemplo acima. Você está perdendo poder de compra investindo na poupança.

A grande verdade é que, este produto financeiro criado em 12 de janeiro de 1861 por Dom Pedro II (Isso mesmo, foi Dom Pedro II que assinou o decreto), está completamente ultrapassado, já não cumpre mais com o papel de preservar o capital do investidor.

Rendimento SOMENTE no mês de aniversário.

Se você colocar seu dinheiro na poupança no dia 20 de dezembro, você receberá os rendimentos mensalmente, todo o dia 20, enquanto as outras opções de investimento te pagam os rendimentos diariamente.

Pouca flexibilidade.

A grande sacada na hora de investir seu dinheiro é diversificar os investimentos. Isso protege seu patrimônio financeiro e traz melhores resultados para seu planejamento financeiro. Na poupança você não tem essa opção. Existe uma só poupança e é lá que você está colocando seu dinheiro.

Selic

A caderneta de poupança é um produto financeiro calculado, a partir, da SELIC (Taxa básica da economia definida pelo Comitê de Política Monetária do Banco Central – COPOM). A SELIC hoje está em 2% ao ano e o cálculo da poupança é de 70% da SELIC, ou seja, o rendimento da poupança gira em torno de 1,4% ao ano. Algo em torno de 0,1% ao mês. Parece bom para você?

Pois é! E se eu disser que não existe perspectiva alguma da SELIC aumentar? Que é interessante para o Brasil manter a taxa de juros próxima do zero (Como é feito nos países desenvolvidos). Baixar a Selic causa estímulo ao consumo, isso movimenta a economia. É interessante para o país, mas, não é interessante para os seus rendimentos na Poupança.

É muito normal sentir medo de sair da Poupança, mas, a verdade é que investir fora da poupança é simples, fácil e seguro.

Bom, agora que já estamos convencidos de que a caderneta de poupança não é um bom investimento (Estamos né? Por favor!), fica a pergunta: O que fazer para ter segurança nos investimentos, liquidez na retirada de dinheiro e melhores rendimentos nas aplicações?

E se eu falar que existe um modelo de investir seu dinheiro com transparência, liquidez, segurança, diversificação e gestão profissional diária? E se eu falar que você não precisa ter grandes fortunas para ter acesso as mesmas opções de investimentos dos multimilionários?

Pois é, você pode fazer parte desta nova forma de investir!

Te convido para conhecer nossos Super Fundos de Renda Fixa, Multimercado, Ações e Previdência. São mais de 400 ativos que te protegem da oscilação do mercado e lhe proporcionam melhores resultados. Tudo isso sem conflito de interesses, ou seja, você tem o melhor pelo menor preço.

Conheça o modelo fiduciário de investimentos (O modelo dos países desenvolvidos). É aqui onde o dono da corretora ou o dono do banco onde você coloca o seu dinheiro está!

Acesse: www.solucoes.in/investimentosfiduciarios.

Diego Ignácio

Co-Founder & Partner | IN Group

Open chat