A guerra na Ucrânia, para além da tragédia humanitária (como todas as guerras são), também traz grandes impactos econômicos ao redor do mundo. Pois isso ocorre justamente pela economia globalizada, quando países dependem de outro para que suas economias ou mesmo indústrias, funcionem. 

Contudo, no caso do Brasil, o impacto vai um pouco além, especialmente pelo que ambos os países em conflito, tem como pontos fortes em suas economias: commodities.  

Como a guerra na Ucrânia afeta diretamente o Brasil? 

Em um primeiro momento dizer que ela afeta muito o Brasil, pode parecer estranho para muitos, mas ambos contam com exportações que mexem demais na nossa economia. Primeiramente falando da Rússia: ela é uma das principais exportadoras de gás natural do mundo, mas acima disso é uma grande exportadora de petróleo. 

Ao entrar em uma guerra, por envolver um grande exportador, o preço do barril de petróleo sobe, dado o risco de escassez. Apesar de ser um país produtor de petróleo, o Brasil desde 2017 indexou o preço do petróleo ao do mercado internacional. Ou seja, a cada vez ocorre uma variação no preço mundial, o mesmo ocorre aqui. 

Na esteira disso vem todos os aumentos em cascata devido a inflação gerada pela alta de combustíveis derivados do petróleo. Mas o caso da Rússia vai um pouco além, pois boa parte do fertilizante usado no Brasil, vem de lá. Por conta disso, apesar de termos uma boa reserva, a tendência é que também os alimentos sofram alta.

Ainda existe uma outra questão que envolve ambos os países: eles são grandes exportadores de trigo. Com a alta dele, há um risco de disparada de preço em todos os produtos que o levem na composição.  

Por fim, vale destacar que a Ucrânia também é uma grande exportadora de soja e oleaginosas, mas nestes casos, o impacto deve ser diferente. Pelo fato do Brasil ser o maior produtor de soja do mundo, a tendência é que o mercado para essa commoditie aqueça por aqui. 

Como a economia é afetada? 

A guerra na Ucrânia traz uma grande insegurança ao mercado, o que afeta as economias por todo o mundo. Por exemplo: muitos, temerosos por uma crise mundial, começam a recorrer a moedas fortes (principalmente o dólar), o que faz com que ele sofra uma valorização. 

A economia aquecida dos EUA, fará com que o FED (Federal Reserve) aumente a taxa de juros no país, movimento previsto já antes do conflito. Tal aumento, fará com que a economia de lá fique mais atrativa para investimentos, o que impacta diretamente países como o Brasil, pois os investidores estrangeiros passam a tirar o dinheiro daqui, em busca de maior segurança de uma economia forte. 

Como cuidar das suas finanças para não serem impactadas pela guerra na Ucrânia? 

É preciso primeiro entender as condições em que suas finanças se encontram, pois se você não pode correr grandes riscos, os investimentos em renda fixa seguem sendo uma ótima opção.

Agora, caso você tenha uma possibilidade de se arriscar e especialmente poder esperar, há possibilidades de investir seu dinheiro, pensando em retorno no médio/longo prazo. Primeiramente temos a questão das commodities que citamos acima. A tendência das ações de todas as grandes produtoras sofrerem uma valorização, por isso já temos visto um movimento nesta direção. 

Por outro lado, pode-se apostar em ações de empresas consolidadas que sofreram grande queda devido a guerra na Ucrânia. Neste caso, espera-se a valorização futura. Há ainda quem esteja apostando investir em moeda estrangeira ou mesmo ouro. 

Antes de mais nada, é preciso entender que não se pode apostar tudo em apenas um tipo de investimento. Pois quanto mais diversificada sua carteira, menor a chance de ser impactado. Até porque como falamos de um cenário incerto e que não sabemos quanto pode se prolongar. 

Juntamente com isso, é preciso observar com atenção em como você investirá. Pois investir sem uma análise especializada, pode fazer com que você não avalie de forma correta que tipo de ações em baixa podem se valorizar no futuro. 

Assim como há o risco de se apostar em ativos em alta, acreditando em uma maior valorização, mas que podem bater em um teto e cair, lhe causando grandes prejuízos.  

Converse agora mesmo com um de nossos especialistas e conheça nossas carteiras de investimentos criadas para cada perfil de investidor. Além disso, faça orçamento para os mais diversos produtos que temos, como seguros, planos de saúde, entre outros.

Open chat