Muitas pessoas em algum momento já pensaram em ser empreendedoras e iniciar o próprio negócio. Contudo, várias delas acabam deixando a ideia pelo caminho, sendo que poderíamos estar falando de um novo sucesso ou de algo que poderia dar muito certo no longo prazo. 

Hoje traremos cinco conselhos para quem está pensando e iniciar essa empreitada, que não é fácil, mas pode ser muito prazerosa e gratificante, especialmente quando vemos o fruto do nosso trabalho. Confiram: 

1 – Simplesmente comece a empreender 

Pode parecer óbvio, mas na verdade como dissemos acima, muitos desistem sem sequer começar. Aqui gostamos de ressaltar que é um caminho sem volta pois os desafios do dia a dia, as dificuldades que surgem e as conquistas, até mesmo as pequenas, são viciantes (no bom sentido da palavra). 

Neste caso aqui o que queremos destacar para que uma grande ideia se torne um negócio realmente promissor, é que precisa haver a atitude de pô-la em prática. No entanto aqui isso não deve ser feito sem nenhum preparo, pois isso pode causar a frustração de já no início começar a ter problemas que não deveria ter, por falta de um plano inicial. 

Primeiramente coloque tudo num papel e inicie umas buscas por informações sobre o setor que pretende atuar, e seja bem-vindo ao mundo do Empreendedorismo! 

2 – Procure sempre inovar 

Às vezes ideias boas não vão para frente porque pode faltar algo nela: oferecer algo que os concorrentes no seu ramo não oferecem. Então busque inovar, ter diferenciais que façam sentido para você e que possam te colocar em um lugar de destaque perante os demais da sua área. 

A inovação é um elemento fundamental em um mundo em constante mudança como o que vivemos. Sendo assim, estudar, se atualizar e sempre buscar coisas novas para seu negócio é importante para mantê-lo atrativo para seus clientes. 

3 – Desenvolver-se também é parte de empreender

É comum que com o passar do tempo você possa sentir-se inseguro para seguir em frente. Isso porque ao longo do caminho se percebe que empreender não é tão simples quanto parecia no início. No entanto isso não é um problema e sim uma mostra de bom senso, pois mostra que precisa-se evoluir junto com o negócio. 

Estudar, pensar, viver o próprio negócio intensamente em muitos casos é uma necessidade para os empreendedores. Isso porque essa vivência traz um melhor entendimento das necessidades e dos passos a se seguir. Juntamente com isso, vem também a persistência de nunca desistir e saber a hora que é necessário um recuo estratégico, para depois poder continuar a avançar.  

4 – Sempre aprender com os erros 

Parte fundamental do empreendedor de sucesso é a capacidade de rápida adaptação ao se deparar com uma situação que não saiu como se esperava. Apesar de sabermos que muita coisa está em jogo aqui (até pelo tempo e dinheiro investido) é preciso cabeça fria nessas horas. A explicação é que às vezes podem ser pequenos ajustes apenas que precisam ser feitos. 

No entanto, quando perdemos a calma, também perdemos nossa racionalidade de analisar o problema por outros ângulos e muitas vezes insistimos no mesmo erro. Contudo é preciso dizer que em um momento como esse não se deve desistir daquilo que já foi feito. Como comentamos acima, podem ser coisas que precisam de ajustes e não necessariamente erros completos. 

Aprender com os erros para não os repetir faz parte da maturação do seu negócio e também pavimenta o caminho do seu sucesso. Aqui podemos citar o que muitos técnicos esportivos falam, que você pode aprender com vitórias, mas são nas derrotas que você consegue evoluir. 

5 – Nunca desista! 

Talvez vocês já tenham lido biografias de empreendedores de sucesso e já viram que nenhum deles conseguiu tudo de mão beijada. Ao contrário, sempre houve muita persistência contra erros estratégicos, contratempos, problemas pessoais, etc.  

O que diferenciou essas pessoas é que elas buscaram aprender com os erros e falhas cometidas e usaram aquilo como um processo de evolução. Inclusive muitos citam que chegaram a cogitar a ideia de desistir, mas que a determinação de continuar que os fez chegar aonde chegaram.  

Então precisamos pensar que estamos escrevendo a nossa história e também já passamos por momentos difíceis que nos exigiram resiliência. Entretanto vale destacar que são as assertividades que tornam o ato de empreender prazeroso, alcançar pequenos feitos, evoluir, se capacitar e estar pronto para alçar voos maiores, é isso que faz valer a pena passar por cima das adversidades.   

Conclusão 

Empreendedorismo é algo que exige dedicação, paciência e muitas vezes lidar com as coisas não saindo como esperamos. Entretanto, para além de ser algo extremamente gratificante, afinal é a sua ideia ganhando vida e crescendo, falamos de um negócio que pode tornar-se um sucesso no futuro.  

Só que para isso, esses conselhos que trouxemos são importantes para ajudar a mantê-lo no caminho certo. 

Open chat